27 março 2006

"Pagan Poetry"


"I love him... This time i'm gonna keep it to myself... This time i'm gonna keep me all to myself."

Apenas desta vez eu deixarei que tudo que me assombra vire pó.
Deixarei que os medos que tenho e que sempre tive, sejam menos significantes possíveis.
O que aparecer na minha frente será nada menos do que eu quero que seja, será o que desejo e o que imagino ser.
Deixarei de ter sonhos e apenas sonhos... passarei a sonhar com os olhos no chão, para saber que eles nunca deixaram de ser realidade no meu mundo e que, em breve, serão realidades bem mais próximas desse plano.

Assistirei filmes que nunca pensei assistir..

verei novelas que nunca pensei ver... mas não na televisão, não na monotonia global, não no drama mexicano... verei novelas nas páginas de um livro bom e velho, verei novelas nas esquinas e portas das ruas, verei nos olhos... e sem a poesia clássica de uma pintura concreta, eu verei o ácido raro de uma poesia abstrata e, por muitas vezes, esculpida e encarnada... sem trocadilhos populares.

Serei um grego clássico e um italiano descarado.
Serei agressivo e prendado, mas serei elegante como os franceses.
Serei prático como os americanos e criativo como os japoneses... mas serei único e cultural como os brasileiros... sem nacionalismo exacerbado, serei criticado como os políticos e justo como os democráticos.
Serei opositor e gritarei pela defesa.
Mas serei defensor e acusarei.
Serei promotor dos sem causas... serei promotor de mim mesmo, me acusarei em pró de um desenvolvimento mental... quando eu conseguir defender a mim mesmo estarei pronto para dizer que em cima de mim ninguém pisa, pois se amassar terá de pagar o conserto.

Serei apenas eu!

Apenas mais um escondido e declarado.
Apenas mais um encolhido e descarado.
Apenas mais um excluído e difamado.

Quando eu não for mais nada, estarei satisfeito!
Esqueceram minha vida, agora deixem-me ser eu mesmo.

[ Ouvindo Pagan Poetry - Björk ]

4 comentários:

dea_torres disse...

Logo q começo a ler o texto m,e deparo c uma frase q me chamou a atençao num vou mentir
"Apenas desta vez eu deixarei que tudo que me assombra vire pó."

come q eh hein...Fez isso?
hummmmmm...espero q sim!

num ando c mt criatividade p escrever nd nem comentar em nenhuma canto
masssssssssssss....

Te digo uma coisa q axo q vale mais q qlq comentario imenso

EU TE AMO MUITO!

Fik bem ta?
bjusssssssssss

dea_torres disse...

Logo q começo a ler o texto m,e deparo c uma frase q me chamou a atençao num vou mentir
"Apenas desta vez eu deixarei que tudo que me assombra vire pó."

come q eh hein...Fez isso?
hummmmmm...espero q sim!

num ando c mt criatividade p escrever nd nem comentar em nenhuma canto
masssssssssssss....

Te digo uma coisa q axo q vale mais q qlq comentario imenso

EU TE AMO MUITO!

Fik bem ta?
bjusssssssssss

dea_torres disse...

Ué fikram dois comentarios?
mas pq?

vooooooooooooooooti
axo q seu blog gosta de mim
hauhauhauhauaha

bbjosssssssss moh gemulo lindo
te amo d+

Chris disse...

Este texto me lembra a canção do J. Quest que eu adoro, "e se quiser saber pra onde vou, pra nde tenha sol, é pra lá que eu vou..."
Ei, medo, eu não te escuto mais. Não vamos escutar essas coisinhas pequeninhas, tá?
Bjs
Chris
www.de-ponta-cabeca.blogspot.com