24 fevereiro 2006

Quando vai acabar?


Estou ouvindo "I'm The Only One" da Melissa Etheridge... o engraçado é que a música já começa dizendo:"Please baby can't you see. My mind's a burnin' hell."
E é exatamente assim que eu estava pensando (ou estou) agora a pouco.
Você saiu aqui de casa e eu não fui capaz nem de te levar ao ponto de ônibus...
Por que isso tinha que acontecer?
O que há comigo? Por que o medo de responder a essa pergunta?
...
Eu só preciso ficar sozinho... eu só preciso que todos fiquem longe por um momento para que eu ponha minha cabeça no lugar e volte a ficar centrado. Mas o que me fez perder a sintonia que eu estava comigo mesmo? Foi tudo tão de repente, fui assaltado tão abruptamente que por um segundo perdi o chão, fiquei sem ar. Seus carinhos tentavam me consolar, me acolhiam, mas eu não estava em mim, eu não conseguia corresponder, eu precisava estar só...

POXA!
Eu quero você de volta, eu me quero de volta... por que te 'expulsei'?

Eu sinto medo!
Medo de ficar sozinho, medo de não corresponder ao que recebo dos outros, medo de 'não tá afim' algumas vezes, medo de sei lá o que...

Será que isso vai passar se eu dormir?
Será que uma sessão de Dawson's Creek me deixará melhor ou pior?

Eu serei feliz um dia?
Eu sou feliz, mas será que serei feliz a ponto de não precisar de mais nada? De não ter conflitos como esse?
NÃO! Eu não quero e não preciso ir a um psicólogo, se quando precisava eu não fui não é agora que eu teria de ir.

...

Já não consigo empregar as palavras certas no lugares adequados, não consigo mais falar bonito, tenho minhas suspeitas de que nunca consegui, de que tudo não passou de uma viagem onírica por um mundo utópico, uma história infantil sem final feliz...

Não que eu ache isso, mas dentro de minha cabeça há alguém gritando que eu não te mereço... eu não quero acreditar nisso, por favor, não me deixe acreditar nisso...






Ei, alguém esqueceu pensamentos e paranoias na minha cabeça, por favor, peguem de volta, esses pensamentos não me pertencem e não os quero por 'caridade' alheia.
Prazo? Quero abrir os olhos e me ver novamente no espelho, o mesmo rosto, sem nenhuma sombra por trás dos olhos.



Começo com Melissa Etheridge e termino com a mesma... "This Is Not Goodbye"... seria coincidencia essas duas músicas dela citadas aqui?! Momentos estratégicos?!
...

So-Called Chaos... o próprio!

2 comentários:

Pri disse...

As vezes temos medo de ficar sozinhos pq os pensamentos q mais nos machucam teimam em aparecer.Sendo eles,aqueles q nos corrói e nos transferem sempre ao mesmo caminho,o da Dor,pois ñ querendo o contato fugimos de nós mesmos e assim retornamos sempre ao começo,nos afundando na mesma porcaria de dor infinita....Confesso q esse medo é complicado,mas com ele deveriamos perceber nossas angustias e assim seguir nosso caminho em harmonia....a um lugar q nunca chegaremos se assim não quisermos ver.
Procurar um Psicólogo? Sim? Não? ¬¬ Cada um com suas questões,afinal falar com um desconhecido,pra quê? pois é...mas quem sabe esse desconhecido não nos deixa livre para extrapolar nas falas e nunca ter vergonha ou medo de se expressar,tendo em vista pessoas que ñ entendem,ou ñ querem ver(estão ocupadas), o grande e comprometedor meio de se conviver em harmonia: O COMPREENDER O PRÓXIMO COMO ELE SE MOSTRA E NÃO COMO QUEREMOS VER!
Sei lá, se isso auxilia a todos q buscam uma melhora,uma certa ajuda profissional tão temida e mtas vezes satisfatória,ñ sei,tenho minhas duvidas,mas quem sabe o 'desconhecido' ñ nos ajuda a nos conhecer? é...questões a parte,mas totalmente entendidas e respeitadas.
Segue seu caminho amigo,ñ tenha medo de vc,vc é quem faz seu medo e assim poderá destrui-lo..espero! Q tdo dê certo e vc pode contar comigo.
Bjs!

Chris disse...

Olá,
meu nome é Chris. Estava a procurar a música Narrow Daylight, de Diana Krall, e entrei no blog do teu amigo "Vivente", Felipe, o adicionei aos meus favoritos e encontrei lá suas palavras de incentivo a ele.
Que tocante!! Parabéns pela bela alma. Caso queira amizade, I'm here.
Vivente e Breve Sussurro estão nos meus favoritos.
Muito prazer, Christiani
www.de-ponta-cabeca.blogspot.com