08 março 2006

Just a paper bag...

“De dias frios se faz a tristeza do mundo e aqui, de meus olhos, posso ver o mar...”

Tic Tac
Tic Tac...

Tic...
... Tac... tac... tic... tac...

E assim terça-feira vai passando, parecendo ser mais longa do que realmente é.
O mês de março não parece fazer questão de ser diferente, vai se arrastando como quem não quer nada e gostaria de poder dizer no fim do mês que isso não foi verdade, que ele passou rápido como que para me satisfazer... ilusão de quem acha que merece essa atenção especial do nunca visto tempo.

...

O dia acabou! Irônia de quem está vendo um novo dia nascer e nem ao menos dormiu ainda, mal lembra ele que às seis estará de pé para voltar a deitar no fim da noite e não a tarde como gostaria.

...

Se quarta-feira for tão longa quanto hoje, pensarei seriamente em dormir e acordar no fim de semana...
Nova ilusão!
E de ilusões ele vai levando a semana com a barriga, assim chega-se facilmente ao sábado e rapidamente na segunda da semana vindoura... até que essa semana resulte numa sexta dia 31.

Estou esperando...




Quem deixou tal comentário um tanto estranho de maneira anônima para mim, por favor levante o dedão da mão direita, ok?!
Preciso saber quem diz "também te amo" se ouvir um "eu te amo" antes... mas tudo bem!
Agradeço o comentário, mas deve haver um engano... estou morto e não sabia?!
o.O

De viver eu nunca deixei, apenas parei para respirar quando foi necessário.
De amar eu não poderia deixar, isso me mantém vivo.
De ousar, bem, quanto a isso deixo que respondam por mim, minhas convicções não mudam, apenas evoluem ou se adaptam.

Mesmo assim, agradeço novamente! Mas queria que explicassem melhor, sim.


ps: Citação acima -> É Só Saudade - Ludov

3 comentários:

Giovanni Lucato disse...

olá! Tudo bem com vc? Só estou passando para te desejar tudo de bommm

Chris disse...

Não fui eu não, mas posso dizer-lhe que, pelo que escreves, isto não é difícil. Rs...
Bjos
Chris

P.S. A foto daquele que está com a barba por fazer, é ... demais!!! Leva a pensar. rs...

Anônimo disse...

O Valor...

... De uma pequena e sensata pronunciação
Eis o meu valor...
Boa? Crítica? Ou sei lá o quê? Por um instante achei. O que achei? Crítica demais!
Independente de sua avaliação. Senti-me valorizado.

Explicar? Por que?
Desculpe-me, mas em algum outro lugar da história me pronunciarei.
Tantos te amam. Será que todos que dizem saberia o verdadeiro valor desta palavra como eu sei? Éeeeeh! Hahahahaha... que triste cada vez mais banalizam o amor! Talvez porque hoje as pessoas o acham e o sentem por um pequeno momento!
Meu ponto de vista! Por favor não o escute. Não quero influenciar ninguém.
Assim, rápido tbm te amo!