30 janeiro 2009

Joguem(me) os dados

"Não sei muito bem o que quero pra mim,
mas sei exatamente o que não quero."
Os clichês continuam nessa semana que parece não acabar.
E eu só queria não parecer tão óbvio ao não dizer absolutamente nada.
Não me satisfaço com pouco, mas não se trata de quantidade e sim de minhas "horinhas de descuido" cronometradas.
...
E agora, para onde?!

2 comentários:

Tônio disse...

pra mim!

Tônio disse...

não posso mais prometer te soltar. desculpe.