19 março 2009

Caio F. Abreu

"O que tem me mantido vivo hoje é a ilusão ou a esperança dessa coisa, esse 'lugar confuso', o Amor um dia. E de repente te proíbem isso. Eu tenho me sentido muito mal vendo minha capacidade de amar sendo destroçada, proibida, impedida."

3 comentários:

=^.^= Neko-Chan =^.^= disse...

Oie Márcio(posso chama-lo assim?)
Nossa, quanto tempo nao vwenho aqui!!
Mas sempre me eh satisfatório entra aqui e ler seu blog!

Que lindo esse poema/texto(?)
eh de Caio F. Abreu?
gosto de coisas intensas e simples assim!
e me identifico com esse sentimento de perda e incapacidade de lutar, já me senti assim!

Não fique muito tempo sem postar, sinto saudades!

rs
meio confuso isso, não?

rs
bjos

Tônio disse...

e eu? o que faço com esse sentimento de abandono?

Daniel Braga disse...

Caio é sempre Caio!