03 setembro 2011

Encarte


Algumas vezes você me disse que eu era o bem mais precioso que você possuia...


Não sei exatamente o porquê, mas tomei esse clichê como elogio e fiquei incrivelmente feliz com isso. Na verdade não tenho certeza se fiquei feliz ou conformado com a afirmação. Independente do sentimento, servia como paleativo para alguns sintomas, mas nunca curava a doença.

Como um bom viciado em música e compulsivo assumido por cds, faço um comparativo com essas mídias que tanto me dão prazer em colecionar.

Sabe, existem alguns cds que gosto muito, são itens que guardo com todo o cuidado e um certo carinho. Faço de tudo para mantê-los conservados e intactos. Algumas vezes por pequenos descuidos, ou simplesmente sem querer, acabam ganhando alguns arranhões, uma capa consegue rachaduras, o encarte começa a criar amassados que você não queria, mas que quando viu já foi.
Não troco as capas, por mais que não goste de ver uma rachadura, penso que elas fazem parte da história, minha e dele, e trocar vai descaracterizar a sua essência.
Não os ouço todos os dias, mas estou sempre revisitando esses 'preferidos', estão sempre guardados em lugares diferentes, as vezes pego e folheio o encarte como que para não esquecer os detalhes, outras vezes para observar melhor os mesmos, muitas vezes só para admirar.

É assim que cuidamos das coisas que nos são preciosas.

E eu não sou tocado há algum tempo... meu encarte parou de ser folheado e ganhei mais rachaduras e amassados do que gostaria.
É certo que o meu conteúdo continuará o mesmo, minha essência não vai mudar, mas não garanto cantar as mesmas músicas sem pular em algumas partes ou simplesmente parar em determinados pontos, a gente trava as vezes, viu...

Esse é o meu conceito.
E não estou muito interessado em ouvir outros.

3 comentários:

Tônio disse...

mês que vem me apresenta algumas das tua calçadas?

Ianne Lima disse...

adorei, adorei mesmo, também acho que tenho mais rachaduras que deveria ter.

Anônimo disse...

as rachaduras são sinais de experiencias, elas brotão na medida que vamos crescemos. Não fique triste, pois é um sinal que voce está crescendo. Beijão!