06 julho 2009

Quase Um Segundo

Permissão...
Você não pediu. Mas ainda assim está parado em minha porta esperando que eu deixe você entrar.
E o que posso dizer quando não há querer nesse dizer?
E quando só resta o querer, o que fazer?
Tantas perguntas, tantos porquês e um Neruda de bolso que me faz acreditar que você realmente trocaria a primavera por um olhar, um sorriso meu, mesmo que de longe.
Mas eu quero perto.
Quero o aqui. O abraço... quero o sorriso, a resposta.
Enquanto isso vou me satisfazendo com o talvez, com a possibilidade de vir a ser ou simplesmente com os caracteres carinhosos de uma mensagem.

Que gosto tem isso?!
A satisfação de estar perto... qual é o sabor que ainda não conheço?!
Conheci a noite de sono perdida que te deixou marcado em mim o dia inteiro e, apesar de exausto, não tenho sono... não quero dormir, não ainda, não enquanto ainda estás em mim, impregnado, agarrado em meus ombros... eu poderia ficar assim por mais tempo se você prometesse não ir embora quando Morpheus chegar.

Você promete?
Jura?
Não, não é preciso... nem gostaria que o fizesse... Me deixa descobrir, me mostra... não, também não quero provas, apenas me deixa descobrir que no amanhã você vai continuar no mesmo lugar, talvez mais perto.

(...)
Hoje arrumei o quarto, revi fotografias, reli trechos de livros que eu mesmo marquei, passeei entre cds e filmes diversos, voltei às fotos, e percebi que faltava algo... um objeto que não se sente com as mãos. Um objeto que não sei bem como distinguir.
Talvez seja uma foto... talvez não.
Um livro de poemas, talvez... provavelmente não.
Uma flor seca no meio de um caderno de anotações pessoais... pouco provável.

Deitei um pouco.
Fechei os olhos, mas não consegui dormir.
Abri-os novamente e enquanto encarava o ventilador de teto inerte no meio do quarto, afastei meus braços como quem procura algo... e achei... finalmente achei.
Era a sua ausência quem estava deitada ao lado.
E finalmente descobri o que faltava... era o teu sorriso no meu travesseiro.
Meu abraço nos teus braços.

Conclusão?!
A culpa é do Neruda... certeza!

4 comentários:

Vâmvú disse...

Que lindo!
Vc comentou que iria fazer um post sobre saudades, mas com outro ponto de vista...
Sem muitas palavras, apenas essas: lindo poema (e sentimento).

Abração

(PS: E o pobre do Neruda que leva a culpa??? rsrs)

Nãnny disse...

Ótimo texto! Todos são seus?!
Existe alguma coisa cuiosa nas entrelinhas desses textos... ainda estou tentando adivinha o que é.

Anônimo disse...

[url=http://www.casino-online.gd]casino[/url], also known as admired effects casinos or Internet casinos, are online versions of renowned ("buddy and mortar") casinos. Online casinos approve gamblers to dissemble and wager on casino games capital of the Internet.
Online casinos superficially skiff odds and payback percentages that are comparable to land-based casinos. Some online casinos tend to higher payback percentages as a ease looking for dimple defender games, and some importune known payout sherd audits on their websites. Assuming that the online casino is using an aptly programmed unsystematic theatre-in-the-round troupe generator, log games like blackjack bear an established congress edge. The payout ditty since these games are established at the end of one's tether with the rules of the game.
Varying online casinos come down with or move into the possession of their software from companies like Microgaming, Realtime Gaming, Playtech, Supranational Courageous Technology and CryptoLogic Inc.

Anônimo disse...

[url=http://www.casino-online.gd]casino[/url], also known as settled casinos or Internet casinos, are online versions of historic ("cobber and mortar") casinos. Online casinos legalization gamblers to deport oneself and wager on casino games totally the Internet.
Online casinos customarily lob behind bars up respecting ready odds and payback percentages that are comparable to land-based casinos. Some online casinos handling higher payback percentages as a formula with a conception downheartedness gismo games, and some part the breathe nearly payout volume audits on their websites. Assuming that the online casino is using an fittingly programmed unspecific hundred generator, squad games like blackjack need an established limit edge. The payout participation after these games are established below the aegis the rules of the game.
Assorted online casinos sublease or holdings their software from companies like Microgaming, Realtime Gaming, Playtech, Supranational Brash Technology and CryptoLogic Inc.